Resenha de Enterre seus mortos: O melhor da literatura brasileira contemporânea!

Ana Paula Maia é um nome conhecido na literatura brasileira contemporânea, escreveu sete romances, dois que ganharam o Prêmio São Paulo de Literatura (Assim na terra como embaixo da terra em 2018, e Enterre seus mortos em 2019) e dois que pertencem a uma saga, a saga dos brutos. Ela também é roteirista, escreveu para o cinema e o teatro, e está com uma série em cartaz no Globo Play chamada Desalma.

O livro que escolhemos para fazer parte do Clube do livro Contemporâneas foi Enterre seus mortos. Uma narrativa seca e forte que conta a história de dois homens que trabalham como removedor de animais mortos na estrada. Esses corpos vão para um grande triturador fazendo com que os personagens presenciem a morte da maneira mais crua possível. Edgar Wilson (uma homenagem a Edgar Allan Poe) é um personagem recorrente na obra de Ana Paula Maia, ele é um homem simples que executa tarefas. Seu colega Tomás é um ex padre excomungado pela igreja católica. Aos poucos percebemos que eles lidam com a morte de maneiras diferentes.

“Não pressentir o mal não é sinônimo de que ele não existe ou desapareceu. São os opostos devidamente dosados que mantêm o sistema equilibrado e, assim, se o mal se ausentou, é provável que o bem também o tenha feito.” Página 43.

Em uma mistura de faroeste e romance policial os dois personagens estão inseridos em um não lugar, um espaço onde as coisas acontecem e ninguém vê. A religião domina a vida das pessoas que são largadas a própria sorte sem um aparelho social eficiente. E é assim que a história começa, Edgar Wilson encontra o corpo de uma mulher rodeado por urubus. Não podendo deixá-lo lá ele leva para o depósito em que trabalha. Espera pela polícia que demora para aparecer e no fim diz que não poderá fazer nada naquele momento.

Edgar e Tomás encontram outro corpo. Então, eles buscam dar um fim digno aos dois. Nessa busca eles se deparam com a corrupção, injustiças e acidentes. Fazendo com que a nossa indignação, em relação a tudo que acontece, só aumente. A leitura é seca e bem rápida, eu senti que lia um roteiro de uma série de suspense do Netflix, é uma narrativa muito visual. Ficamos em busca de saber o que acontecerá e a tensão vai aumentando aos poucos até o fim do livro. É necessário estômago forte para as cenas mais sangrentas, mas vale muito à pena como um todo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: